Notícias CAPES oferece novas bolsas para a pesquisa do coronavírus
Modelo

CAPES oferece novas bolsas para a pesquisa do coronavírus

Publicado: Segunda, 23 Março 2020 21:55 , Última Atualização: Quarta, 25 Março 2020 20:09

Além do quantitativo já previsto pelo modelo de concessão, haverá o aporte de mais 2.600 bolsas Stricto Sensu.

Em fevereiro de 2020, quando a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) anunciou o modelo de concessão de bolsas, havia ao todo 81.400 bolsas no País, distribuídas por mais de 350 instituições de ensino superior – públicas e privadas – que abrangiam mais de 7 mil cursos.

Um mês depois, em março, com a implementação do modelo, este número passou para 84.786 benefícios para mestrado e doutorado. O aumento foi necessário para atender os cursos mais bem avaliados. De acordo com os principais indicadores estabelecidos – nota da avaliação e número de titulados – o modelo aponta se há, em determinado curso, falta ou excesso de bolsas. No segundo caso, as bolsas excedentes permanecem no curso a título de empréstimo. Na avaliação seguinte, a depender do seu desempenho, essas bolsas poderão ser reincorporadas à sua origem.

Coronavírus
A CAPES oferecerá 2.600 bolsas em um novo programa de apoio à pesquisa, voltado à prevenção e combate às epidemias. Em um primeiro momento, cursos que lidam direta ou indiretamente com pesquisas envolvendo o estudo do coronavírus, receberão 2.180 bolsas além do quantitativo já previsto pelo modelo de concessão.

Outras 420, juntamente com recursos de custeio, serão oferecidas aos cursos de excelência – que possuem conceitos 6 e 7 e atuam nas áreas de infectologia, epidemiologia, pneumologia e imunologia.

(Brasília – Redação CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura CCS/CAPES

Compartilhe o que você leu