Notícias CAPES seleciona 38 projetos sobre fármacos e imunologia
COVID-19

CAPES seleciona 38 projetos sobre fármacos e imunologia

Publicado: Quinta, 25 Junho 2020 11:31 , Última Atualização: Quinta, 25 Junho 2020 11:35

Programa de Combate a Epidemias divulga projetos selecionados: serão 482 pesquisadores do Brasil e exterior, bolsistas de mestrado, doutorado e pós-doutorado

25062020 FOTO DENTRO MATERIA RESULTADO EDITAIS EPIDEMIAS

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) divulgou nesta quinta-feira, 25, o resultado preliminar do edital nº 11 , no âmbito do Programa de Combate a Epidemias. Serão apoiados 38 projetos sobre Fármacos e Imunologia.

Dada a qualidade das propostas e a relevância dos temas, foram aprovados três projetos a mais do que o previsto no edital que envolverá 482 pesquisadores de 48 instituições presentes nas cinco regiões do Brasil. Alguns projetos terão a participação de integrantes de universidades estrangeiras.

Zena Martins, diretora de Programas e Bolsas no País, destaca o potencial de capacitação para os integrantes dos projetos selecionados: "As pesquisas vão qualificar ainda mais os profissionais brasileiros e formar uma nova geração de cientistas nas áreas. Os pesquisadores estarão envolvidos no maior desafio do mundo atualmente: a busca de remédios e vacinas contra a COVID-19."

Benedito Aguiar, presidente da Coordenação, entende que o Programa atua de forma estratégica, com respostas para o enfrentamento à COVID-19 e preparação dos cientistas brasileiros para o surgimento de novos surtos. “Recebemos propostas de qualidade e temos certeza de que todos os projetos selecionados darão respostas positivas para a sociedade enfrentar esta doença. Também formaremos profissionais bem capacitados para combater outros males que venham a surgir”, garantiu.

O edital faz parte das ações de enfrentamento da CAPES ao novo coronavírus. Os projetos de Fármacos e Imunologia serão dedicados aos estudos sobre reposicionamento e desenvolvimento de medicamentos, produção de vacinas, antivirais, modelos animais e ensaios in vitro e detecção da doença em outras espécies e interrelação com humanos. As pesquisas serão nas áreas temáticas de epidemiologia, infectologia, microbiologia, imunologia, bioengenharia e bioinformática.

Os proponentes não selecionados têm até cinco dias corridos após a divulgação do resultado preliminar no Diário Oficial da União para entrar com recurso. A previsão de divulgação do resultado final é a partir de 3 de julho e o início das atividades também está previsto para o próximo mês.

Na última semana, a CAPES divulgou o resultado preliminar referente ao edital nº 9 do Programa. Foram selecionados 31 projetos. Ao todo, 69 propostas estão sendo apoiadas.

Programa de Combate a Epidemias
O Programa, um conjunto de ações de apoio a projetos, pesquisas e formação de recursos humanos para enfrentar a COVID-19 e estudar temas relacionados a endemias e epidemias, é estruturado em duas dimensões: Ações Estratégicas Emergenciais Imediatas e Ações Estratégicas Emergenciais Induzidas em Áreas Específicas. No total, serão concedidas 2,6 mil bolsas com investimento de R$ 200 milhões ao longo de quatro anos.

Confira no Programa de Combate a Epidemias os detalhes dos três editais:
- CAPES - Epidemias - Edital nº 09/2020
- CAPES – Fármacos e Imunologia - Edital nº 11/2020
- CAPES – Telemedicina e Análise de Dados Médicos - Edital nº 12/2020

Acesse o resultado preliminar do Edital nº 11/2020 - Fármacos e Imunologia.

(Brasília – Redação CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura CCS/CAPES

Compartilhe o que você leu