Qualis

Publicado: Segunda, 13 Novembro 2017 16:17 , Última Atualização: Quinta, 19 Setembro 2019 17:01

1- A CAPES disponibiliza qualificação para eventos?
A qualificação de eventos não é realizada desde 2009. São realizados o Qualis periódicos, a classificação de livros e o Qualis artístico.

 

2- A classificação de um periódico é a mesma para a sua versão impressa e eletrônica?
A classificação de um periódico pode variar entre a sua versão impressa e eletrônica, em especial se houver diferenças editoriais significativas entre as duas versões do periódico.

Por outro lado, o Qualis depende da informação enviada pelos programas de pós-graduação. Assim, se os Programas informarem produção apenas em um dos meios de divulgação (eletrônico ou impresso), somente este constará na lista de periódicos avaliados pelo Qualis.

 

3- Ao acessar a lista de periódicos do Qualis, notei que um mesmo periódico tem classificações diferentes, que mudam conforme a área de Avaliação. Como entender esta mudança?
Até o evento do Qualis relativo aos periódicos de 2013 a 2016, um periódico poderia ter classificações diferentes a depender da área de avaliação do Programa que o havia utilizado para publicar um artigo científico.

A adoção de critérios distintos por cada comissão, considerando os diferentes indicadores referenciados nas bases indexadoras ou demais indicadores qualitativos, justificava a não existência de uma classificação única para o periódico.

No entanto, diversas medidas estão sendo tomadas pela Capes, conjuntamente com a comunidade acadêmica, com o objetivo de aprimorar os instrumentos da avaliação, dentre elas, a definição de novos critérios de avaliação dos periódicos informados pelos programas de pós-graduação. Para o quadriênio 2017-2020, um mesmo periódico terá apenas uma classificação com base na área em que tiver tido o maior número de publicações (área-mãe). Nos casos de empate, será considerada área mãe aquela em que o número de publicações no periódico for mais representativo em relação ao total de produções da área.

 

4- Como é constituído o Qualis?
O Qualis é uma ferramenta para a avaliação de programas de pós-graduação no que se refere aos artigos publicados em periódicos científicos (Qualis Periódicos), à produção artística (Qualis Artístico) e à publicação em livros (Qualis livros). Logo, sua função é exclusivamente avaliar a produção dos programas de pós-graduação.

Os veículos que compõem o Qualis são constituídos pela produção informada pelos programas de pós-graduação anualmente no módulo Coleta de Dados da Plataforma Sucupira.

Quando os dados chegam à CAPES, são reunidos em uma base de dados os títulos de todos os periódicos mencionados pelos Programas naquele ano. Portanto, o Qualis é o processo de classificação dos periódicos mencionados pelos próprios programas e não do universo de periódicos de cada área.

Como resultado, disponibiliza-se uma lista com a classificação dos veículos utilizados pelos programas de pós-graduação para a divulgação da sua produção. Essa classificação é realizada pelos comitês de consultores de cada área de avaliação seguindo critérios previamente definidos pela área e aprovados pelo CTC-ES, que procuram refletir a importância relativa dos diferentes veículos para uma determinada área. Os critérios gerais e os específicos utilizados em cada área de avaliação da CAPES estão disponibilizados nos respectivos Documentos Orientadores, que podem ser acessados nas páginas das áreas pelo link: http://www.capes.gov.br/avaliacao/sobre-as-areas-de-avaliacao.

 

5- Como é feita a atualização do Qualis? E como saber qual a atualização mais recente ao realizar uma consulta de Periódicos Qualis?
Há um calendário pré-definido pela Diretoria de Avaliação da CAPES para instituição de comissões que avaliarão a base de dados de periódicos, atualmente a atualização acontece a cada dois anos.

A consulta deve ser feita na página da Plataforma Sucupira. Ressaltamos, entretanto, que é válida sempre a última atualização do Qualis.

 

6- Como faço para indicar um periódico para o Qualis das Áreas?
Pela declaração de um dos programas de pós-graduação reconhecidos pela CAPES, quando do preenchimento Anual do Coleta de Dados, de que seus docentes, discentes ou pesquisadores publicaram artigos científicos no veículo.

 

7- Como obter a lista de Qualis Livros?
Por uma limitação técnico-operacional, a classificação de livros está sendo utilizada exclusivamente para fins do processo de avaliação. Ou seja, nesse momento não se divulga a relação dos livros classificados. As áreas que se utilizam da classificação de livros para a Avaliação dos Programas têm feito o procedimento diretamente por meio dos cadernos de indicadores, para avaliação dos programas de pós-graduação e/ou planilhas específicas e sua divulgação tem acontecido dentro da área, ou seja, diretamente aos programas.

É importante ressaltar que os livros devem ser declarados no Módulo Coleta da Plataforma Sucupira, no campo referente à produção intelectual.

Para mais informações sobre o andamento da qualificação de livros em cada área, sugere-se contato direto com o coordenador de cada área pelo e-mail disponível na página da CAPES.

Acesse a página das áreas de avaliação por meio do link http://www.capes.gov.br/avaliacao/sobre-as-areas-de-avaliacao".

 

8- Como posso acessar as informações sobre as normas e editoras recomendadas pelas CAPES para publicação de livros?
A CAPES não possui cadastro de editoras, nem faz avaliação sobre sua qualidade.

 

9- Como proceder quando há divergência entre a editora e o portal da CAPES, em relação a classificação do Periódico?
A classificação do periódico, para efeitos de avaliação dos programas de pós-graduação stricto sensu é a que está disponível na Plataforma Sucupira no Módulo Qualis. Periodicamente as áreas avaliam os periódicos utilizados pelos programas da sua área, a classificação de um periódico pode ser alterada ao longo do tempo, valendo sempre a última publicada.

 

10- Como proceder quando uma classificação de um periódico deveria ser mais elevada do que o apresentado?
A classificação do Qualis é de responsabilidade de cada comissão de área, qualquer questionamento deve ser enviado para o e-mail da área de avaliação.

 

11- Quais são os endereços eletrônicos de algumas bases indexadoras de periódicos?
MEDLINE: http://www.nlm.nih.gov/pubs/factsheets/jsel.html 
EMBASE: http://www1.elsevier.com/homepage/sah/spd/site/locate_embase.html 
IPA: http://www.scientific.thomson.com/media/scpdf/ipa_userguide_ed4.pdf 
CINAHL: http://www.cinahl.com/library/library.htm 
SPORTDISCUS: http://www.sirc.ca/products/sportdiscus.cfm 
JCR: http://scientific.thomson.com/knowtrend/essays/selectionofmateriasl/journalse 
LILACS: http://www.bireme.br/abd/P/crit_Selecao.htm 
SciELO Brasil: http://www.scielo.br/criteria/scielo_brasil_pt.html 

 

12- O que é necessário para que um periódico seja inserido na listagem Qualis?
Para que um periódico seja inserido na listagem Qualis, para fins de classificação, é necessário que programas de pós-Graduação stricto sensu citem no Relatório Anual da CAPES (Coleta de Dados) que esse veículo foi utilizado para a publicação da produção intelectual de seus Recursos Humanos (docentes/discentes/pesquisadores).

 

13- O que é o Qualis-Periódicos?
O Qualis Periódicos é uma ferramenta para a avaliação de programas de pós-graduação no que se refere aos artigos publicados em periódicos científicos. Logo, sua função é exclusivamente avaliar a produção científica dos programas de pós-graduação.
Quando os dados sobre a produção científica dos programas de pós-graduação chegam à CAPES, eles são reunidos em uma base de dados que apresenta os títulos de todos os periódicos mencionados pelos Programas naquele ano. Portanto, o Qualis é o processo de classificação dos periódicos mencionados pelos próprios programas e não do universo de periódicos de cada área.
Como resultado, disponibiliza-se uma lista com a classificação dos periódicos utilizados pelos programas de pós-graduação para a divulgação da sua produção. Essa classificação é realizada pelos comitês de consultores de cada área de avaliação seguindo critérios previamente definidos pela área e aprovados pelo CTC-ES, que procuram refletir a importância relativa dos diferentes periódicos para uma determinada área. Os critérios gerais e os específicos utilizados em cada área de avaliação da CAPES estão disponibilizados nos respectivos Documentos Orientadores, que podem ser acessados nas páginas das áreas pelo link: http://www.capes.gov.br/avaliacao/sobre-as-areas-de-avaliacao.

 

14- Para que serve o Qualis-Periódicos?
A função do QUALIS é exclusivamente auxiliar na avaliação da produção científica dos programas de pós-graduação. Qualquer outro uso fora do âmbito da avaliação dos programas de pós-graduação não é de responsabilidade da CAPES.
A consulta ao Qualis periódicos pode realizada na página do Qualis na Plataforma Sucupira (http://qualis.capes.gov.br). Já os critérios gerais e os específicos utilizados em cada área de avaliação da CAPES estão disponibilizados nos respectivos Documentos Orientadores, que podem ser acessados nas páginas das áreas pelo link: http://www.capes.gov.br/avaliacao/sobre-as-areas-de-avaliacao.

 

15- O que ocorre com os periódicos que não constam no Qualis?
Sendo o Qualis Periódicos uma ferramenta para a avaliação de programas, não constar na lista do Qualis pode significar que uma das situações ocorreu:
1) Nenhum discente ou docente dos PPG da área publicou em determinado periódico. Nesse caso, ele não aparecerá na lista.
2) Apesar de ter publicado no periódico, o programa não informou tal produção na Plataforma Sucupira.
3) Houve publicação no periódico, essa publicação foi informada na Plataforma Sucupira, mas a Área de Avaliação que analisou o periódico o classificou como ""Não Periódico"", a partir dos critérios definidos em seu(s) respectivo(s) Documento(s) de Área. Por esse motivo, tal revista não constará na classificação Qualis.

 

16- O que é Qualis Artístico?
O Qualis Artístico foi implementado, em 2007, com o fim de incorporar ao processo de avaliação da Pós-Graduação, aquela produção artística diretamente relacionada aos cursos de pós-graduação. O princípio orientador desta iniciativa consiste na valorização das ações que articulam pesquisa acadêmica de pós-graduação com a criação de obras artísticas.

A área de Artes/Música considera a produção artística central para o processo de avaliação de seus Programas de Pós-Graduação stricto sensu. Logo, o Qualis Artístico é o instrumento que permite a classificação, de acordo com critérios e procedimentos claros e compreensíveis às demais áreas de avaliação, da produção artística dos programas de pós-graduação submetida à CAPES, em cada ano do quadriênio, por meio do módulo Coleta na Plataforma Sucupira. Outras áreas de avaliação também utilizam o Qualis Artístico, ainda que atribuam uma importância menor a este item no quesito da ficha de avaliação.

Compartilhe o que você leu