Doutorados em bioinformática e microeletrônica (BioMicro)

Publicado: Quinta, 18 Setembro 2008 15:08 , Última Atualização: Quarta, 08 Outubro 2014 12:11

Objetivo

Fomentar o desenvolvimento de áreas específicas do Sistema de Pós-Graduação Nacional, atendendo a solicitação dos participantes do Seminário Nacional Pós-Graduação: Enfrentando Novos Desafios, promovido pela CAPES.

Como funciona?

Os projetos aprovados terão suporte financeiro da CAPES durante cinco anos, incluindo bolsas, com duração individual máxima de até quatro anos e recursos de custeio.

Quantos projetos foram selecionados?

São quatro projetos, sendo dois em cada área, das seguintes instituições:

  • Bioinformática
    Universidade de São Paulo (USP), sem instituição consorciada mas envolvendo nove unidades da própria USP.
    Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), em consórcio com o Centro Nacional de Processamento de Alto Desempenho (Cenapad) de Minas Gerais e de Goiás.
  • Microeletrônica
    Universidade de São Paulo (USP), em consórcio com a Unicamp e a Unesp.
    Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), sem instituição consorciada mas envolvendo a Escola de Engenharia e os Institutos de Física, Química e Informática da própria UFRGS.
Compartilhe o que você leu