Prêmio CAPES de Tese Notícias pct Dr. Rodolfo Wanderson Lima Coutinho

Dr. Rodolfo Wanderson Lima Coutinho

Publicado: Sexta, 07 Dezembro 2018 16:23 , Última Atualização: Quarta, 09 Janeiro 2019 15:27

Área

 Ciência da Computação

Tese

Topology Control and Opportunistic Routing in Underwater Acoustic Sensor Networks 

Orientadores

 Antonio Alfredo Ferreira Loureiro e Azzedine Boukerche

Coorientador

 Luiz Filipe Menezes Vieira

Programa

Programa de Pós-Graduação em Ciências da Computação da UFMG

Entrevista

Formado em Sistemas de Informação pela Universidade Federal do Pará (UFPA), participou de diversos projetos de extensão e iniciação cientifica, dentre os quais o projeto “Modelagem de Redes Móveis Sem Fio: Geração de modelos computacionais para a avaliação de desempenho de redes 4G”, cujos desdobramentos foram tema de seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). Durante o mestrado em Engenharia Elétrica (2009) teve contato com a Ferramenta de Processos Estocásticos, que foi usada intensamente em sua pesquisa de doutorado em Ciência da Computação, cursado na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Teve então a oportunidade de trabalhar com problemas fundamentais, relevantes e desafiadores em cenários de redes de sensores sem fio aquáticas. Sua tese premiada foi “Controle de topologia e roteamento oportunístico em redes de sensores aquáticas”.

De onde surgiu o interesse em trabalhar com o tema da sua tese?
Durante minha graduação, eu tive o conhecimento, de forma muito breve e superficial, sobre o uso de sensores para aplicações de monitoramento do meio ambiente. Alguns anos depois, durante o período de inscrição no mestrado, estudei um pouco mais sobre o tópico e, a partir de minhas anotações, preparei meu projeto de pesquisa. Após minha aprovação, dediquei os meses iniciais de meu mestrado no levantamento bibliográfico da área e no estudo mais aprofundado de técnicas para o gerenciamento de energia nos nós sensores. Foi nessa época que conheci os trabalhos que estavam sendo desenvolvidos no grupo de pesquisa SensorNet, no Departamento de Ciência da Computação na UFMG.
Já na UFMG, fui apresentado pelos meus orientadores de doutorado a outro tipo de rede de sensores: as redes de sensores aquáticas (RSSFAs). Comecei a estudar esse tema, juntamente com outros possíveis temas para pesquisa de doutorado. Contudo, quanto mais eu aprendia sobre a área de redes de sensores aquáticas, mais eu entendia a importância, o potencial e o possível impacto dessa tecnologia para os seres humanos e o meio ambiente. Isso fez com que eu optasse por seguir minha pesquisa nessa área e buscasse os problemas fundamentais e desafiadores que deveriam ser estudados imediatamente.

Qual o impacto social da sua pesquisa?
Minha pesquisa ajuda a responder importantes questões cientificas na área de redes de sensores aquáticas, o que permite o avanço dessa tecnologia. Os modelos matemáticos propostos permitem um estudo mais profundo de problemas desafiadores na coleta de dados em larga escala de ambientes aquáticos (e.g., o vazio de comunicação, quando não há um sensor para continuar o envio dos dados, o alto custo energético para transmissão usando o canal acústico e baixa confiabilidade dos canais de comunicação acústicos). Os protocolos e algoritmos que foram desenvolvidos como soluções para alguns desses problemas, têm servidos como referência na literatura. Nossas contribuições estão ajudando a avançar a tecnologia de redes de sensores aquáticas, o que permitirá o desenvolvimento de diversas aplicações de monitoramento aquático.
Quando RSSFAs atingirem um estado de maturidade suficiente para sua utilização em larga escala, diversas aplicações poderão ser implementadas. O impacto social dessas aplicações será imenso. De imediato, seremos capazes de coletar grandes volumes de dados sobre os oceanos e a vida marítima. Isso nos permitirá explorar esses ambientes de uma maneira sustentável e entender mais profundamente como esses ambientes são vitais para a manutenção da vida na Terra. Isso ajudará a mudar o fato alarmante de que mais de 95% do volume dos oceanos nunca foram sequer nem vistos pelos seres humanos. Além disso, RSSFAs poderão ser empregadas em aplicações para o monitoramento de tsunamis e maremotos, o que permitirá sua detecção imediata e o alerta para a população de forma mais rápida e eficaz.

O que representa receber o prêmio CAPES de tese?
O prêmio CAPES de tese é um prêmio que possui imenso prestígio na comunidade acadêmica. Receber o prêmio CAPES de tese é uma grande honra para mim. Sem sombra de dúvidas, esse prêmio é uma grande motivação para os pesquisadores que acabaram de terminar o doutorado e estão começando suas carreiras na área acadêmica, bem como para os doutorandos que estão dedicando longas horas de trabalhos em seus projetos de pesquisas. Eu fiquei muito contente e honrado por ter tido minha tese selecionada como a vencedora na área de Ciência da Computação.

Vídeo

(Brasília – Lucas Brandão para CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura CCS/CAPES

Compartilhe o que você leu