Notícias Investimento em bolsas cresce 36%
Abruem

Investimento em bolsas cresce 36%

Publicado: Quinta, 13 Junho 2019 16:29 , Última Atualização: Sexta, 14 Junho 2019 16:28

WhatsApp Image 2019 06 13 at 16.44.01

Os investimentos da CAPES em bolsas destinadas às Instituições de Ensino Superior vinculadas à Associação Brasileira dos Reitores das Universidades Estaduais e Municipais (Abruem) saltaram de R$ 372,8 milhões, em 2013, para R$ 509,5 milhões, em 2018, um aumento de mais de 36%. A informação foi apresentada por Anderson Correia, presidente da Coordenação, na manhã desta quinta-feira (13), durante o 64º Fórum Nacional de Reitores da Abruem.

Durante a palestra de abertura do encontro, Correia destacou que, somente em 2018, 25.120 bolsas foram concedidas pela Coordenação aos estudantes de universidades estaduais e municipais associadas à Abruem. Diante de bons números absolutos – o Brasil é o 13º colocado quando o assunto é o total de publicações entre 2011 e 2019, segundo o Web of Science –, o presidente da CAPES avaliou ainda ser necessário qualificar a pós-graduação brasileira. “O modelo de avaliação da CAPES tem que focar em duas coisas: cooperação com a indústria e impacto social e econômico”, defendeu.

Antonio Rangel Júnior, presidente da Abruem, também participou da solenidade de abertura. Reitor da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), ele argumentou que a produção científica nacional deve ter maiores impactos na sociedade. “É preciso que esse conhecimento chegue mais rápido à ponta, aos cidadãos e cidadãs”, ponderou.

Diferenças regionais
Em 2018, 17.770 bolsas de mestrado, doutorado e pós-doutorado foram destinadas pela CAPES à região Sudeste, enquanto que os alunos das regiões Norte e Centro-Oeste receberam apenas 279 e 514 auxílios, respectivamente. “Se comparar o Norte com o Sudeste, é uma disparidade muito grande. Temos identificado muitas assimetrias na concessão de bolsas”, alertou Anderson Correia. Ele ainda recebeu, das mãos de Antonio Rangel Júnior, uma medalha em homenagem ao apoio da Coordenação às universidades estaduais e municipais.

Abruem
Criada em 1991, a Abruem é uma entidade jurídica de direito privado sem fins lucrativos que atua diretamente em 22 estados. A associação abrange 46 instituições, com 700 mil alunos e mais de 40 mil professores. A entidade tem entre suas principais bandeiras a interiorização e a internacionalização do ensino superior brasileiro.

(Brasília – Redação CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura CCS/CAPES

Compartilhe o que você leu