Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Sala de Imprensa > Notícias > CAPES leva cientista brasileiro para expedição no golfo da Califórnia
Início do conteúdo da página
Pesquisa Marinha

CAPES leva cientista brasileiro para expedição no golfo da Califórnia

Publicado: Segunda, 22 Janeiro 2018 16:53 | Última Atualização: Quinta, 22 Março 2018 08:59

Estão abertas até o dia 15 de abril as inscrições para a Expedição IODP 385 – Guaymas Basin Tectonics and Biosphere, que parte de San Diego, EUA, e irá realizar trabalhos na bacia de Guaymas, no golfo da Califórnia. Os candidatos devem ser pesquisadores em nível de doutorado, pós-doutorado ou pesquisador pleno (mais de oito anos de título de doutor), em diversas especialidades de Biologia e Geologia.

A Expedição 385 da IODP ocorrerá no período de setembro a novembro de 2019 e irá registrar uma série de lugares na Bacia de Guaymas para investigar relações de tectonismo, magmatismo, sedimentação, ciclos de carbono e atividade microbiana. Os cientistas pretendem pesquisar comunidades microbianas subterrâneas para determinar com que eficiência são capturados produtos de alteração de carbono, e, assim, avançar na compreensão das condições que limitam a vida na biosfera profunda.

As candidaturas devem ser efetuadas na página da CAPES. O selecionado contará com auxílio deslocamento para aquisição das passagens internacionais e auxílio para aquisição de seguro saúde. Durante a permanência no navio JOIDES Resolution, as despesas de acomodação e alimentação serão custeadas pelo International Ocean Discovery Program (IODP). As candidaturas serão avaliadas pelo Comitê Científico do Programa no Brasil e, posteriormente, homologadas pelo IODP.

Sobre o IODP
O International Ocean Discovery Program (IODP) é um programa internacional de pesquisas marinhas que investiga a história e a estrutura da Terra a partir do registro em sedimentos e rochas do fundo do mar, além de monitorar ambientes de sub-superfície.

Parte significativa da comunidade científica atuante em ciências do mar de águas profundas de diversos países está envolvida no programa. Desde 2013, o Brasil, por meio de financiamento viabilizado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), é membro do consórcio JOIDES Resolution e colabora com o IODP. Para executar as atividades previstas no Programa, a CAPES conta com o apoio de um Comitê Científico e um Comitê Executivo.

Expedições do IODP usam avançada tecnologia de perfuração oceânica, de modo a permitir disseminação de dados e amostras a partir de arquivos globais, particularmente para os países membros do programa.

O sistema de perfuração é apoiado por um parque analítico a bordo do Navio de Pesquisa JOIDES Resolution, composto por equipamentos de última geração voltados a pesquisa geofísica, geoquímica, microbiológica e paleoclimática. Além da infraestrutura a bordo, o IODP conta com apoio de numerosas instituições de pesquisa e formação de recursos humanos nos diferentes países que atualmente compõem o programa.

Conheça a página do Programa CAPES/IODP.

(Brasília - CCS/CAPES)

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'CCS/CAPES

Fim do conteúdo da página