Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Sala de Imprensa > Notícias > Embaixador da Nova Zelândia visita a CAPES
Início do conteúdo da página
Cooperação

Embaixador da Nova Zelândia visita a CAPES

Publicado: Terça, 07 Agosto 2018 19:03 | Última Atualização: Terça, 14 Agosto 2018 11:46

Nesta terça-feira, 07, o novo embaixador neozelandês, Christopher Langley, visitou a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). Em pauta estava uma reunião com a Diretoria de Relações Internacionais (DRI) e sua assessoria. Na ocasião, os participantes conversaram sobre a importância da parceria acadêmica entre o Brasil e a Nova Zelândia, em especial no que diz respeito a bolsas de pós-graduação.

Embaixador com Diretoria em reunião
Embaixador da Nova Zelândia em reunião com Diretoria de Relações Internacionais (Foto: Gabriela Matos CCS/Capes)

A diretora de Relações Internacionais da CAPES, Concepta McManus, explicou que, hoje, a CAPES busca construir e consolidar alianças e uma rede de cientistas com cooperação sustentável e frisou a importância da parceria com a Nova Zelândia, em razão deste país possuir “uma área de excelência, na qualidade da ciência que está sendo produzida e desenvolvida”.

Concepta valorizou a iniciativa, destacando que “é importante que exista esta cooperação acadêmica, além da vivência cultural e do aprendizado da forma diferente com que aplicam seus conhecimentos”. Por fim, a diretora concluiu que toda essa experiência “faz com que nossos estudantes tragam inovação para o nosso sistema, quando voltam ao Brasil”.

Por sua vez, Christopher Langley reforçou o seu desejo de aumentar a cooperação acadêmica entre a Nova Zelândia e o Brasil: “A educação une as pessoas e hoje já há um aumento de estudantes brasileiros que vão para a Nova Zelândia e voltam, propagando uma boa imagem do nosso país”.

Embaixador
Economista de formação, Christopher Langley assumiu a embaixada da Nova Zelândia no Brasil em junho de 2018. O diplomata já serviu no Chile e na Indonésia, além de ter trabalhado no setor privado, em Sydney, na Austrália. Antes de vir para o Brasil, foi assessor-chefe do ministro do Comércio Exterior do seu país. 

Confira a matéria em vídeo.

(Brasília – Redação CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'CCS/CAPES

Fim do conteúdo da página