Notícias Edital para a consolidação da Universidade em Rede do Brics é lançado
Educação Comparada

Edital para a consolidação da Universidade em Rede do Brics é lançado

Publicado: Quinta, 10 Dezembro 2015 10:49 , Última Atualização: Quinta, 25 Fevereiro 2016 12:33

Dando continuidade à programação do Seminário Internacional "Repensando a Universidade Comparativamente entre países: Brasil, Rússia, Índia e China", foi lançado, na tarde desta quarta-feira, 9, na sede da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), o edital Universidade em Rede do Brics / Brics NU. O presidente da Capes, Carlos Nobre, ressaltou a parceria. "Acho importante destacar o fato de que nós temos uma colaboração ainda incipiente com os países do Brics [Rússia, Índia, China e África do Sul] nas áreas de ciência, tecnologia e inovação. Vejo com alegria o lançamento desta iniciativa. Este projeto tem também o caráter desafiador da língua, pois a intenção é que se trabalhe a C,T&I na língua inglesa."

 10122015-seminario-educacao-comparada-7877

Nobre explicou que a Universidade do Brics terá início com a pós-graduação e que, neste primeiro momento, foram escolhidas seis áreas prioritárias: energia; ciência da computação e segurança da informação; estudos dos Brics em cursos de Relações Internacionais, Ciências Políticas ou Ciências Sociais; ecologia e mudanças climáticas; recursos hídricos e tratamento da poluição; e economia. "A pós-graduação brasileira evoluiu muito nas últimas décadas. Temo muitos programas de qualidade internacional [notas 6 e 7], que serão convidados a enviar suas propostas. Este é um momento muito importante para o Brasil e para os países Brics. Neste projeto teremos o papel de colaborar na seleção dos cursos e na implementação dos programas que terão que respeitar os critérios de qualidade dos cursos já avaliados pela Capes."

10122015-seminario-educacao-comparada-7935

O ministro de Estado da Educação, Aloizio Mercadante, falou sobre a importância dos países Brics no contexto mundial. "Eles constituem 42,2% da população mundial, 30,3% do PIB, relacionado ao poder de compra comparado, e 17,2% do comércio mundial." Sobre o novo projeto, Mercadante explicou que na universidade serão ofertados cursos de pós-graduação [mestrado/doutorado] de forma híbrida, presencial e a distância. Programas brasileiros que tenham nota 6 ou 7 serão convidados a apresentar propostas nos temas eleitos e serão escolhidos dois programas em cada um deles. Com isso, espera-se atingir a formação de recursos humanos de alta qualificação, o estímulo da integração cultural entre os países, além da internacionalização das instituições de ensino e centro de pesquisa. "Teremos o compromisso de mais alto nível desses programas e os diplomas serão emitidos em regime de cotutela, ou seja, serão válidos nos cinco países. Estamos inaugurando um novo capítulo na história da educação e o país só tem a ganhar. O Ministério da Educação dará prioridade a este programa, tratando-o como estratégico."

Inscrições
A seleção dos programas ocorrerá até o fim de fevereiro de 2016. A inscrição das propostas deve ser feita até 29 de janeiro e o início das atividades está previsto para o mês de março. Acesse aqui o edital nº 3, de 9 de dezembro de 2015, publicado nesta quinta-feira, 10.

Painel 2
Para participar do segundo painel com tema "A Expansão da Universidade na Era da Globalização: um Estudo sobre os Bric" foram convidados o professor da Universidade Federal da Bahia Robert Evan Verhine, o professor da Universidade de São Paulo Romualdo Luiz Portela de Oliveira, o pesquisador do Instituto de Estudos do Trabalho e Sociedade - Rio de Janeiro Simon Schwartzman, além do conferencista Martin Carnoy, professor da Escola de Educação da Universidade de Stanford, Califórnia - Estados Unidos e um dos autores do livro "University Expansion in a Changing Global Economy: Triumph of the Brics?", que foi lançado em português durante o seminário.

10122015-seminario-educacao-comparada-8091

Durante o lançamento, Robert Evan Verhine, um dos responsáveis pela revisão técnica da obra em português "Expansão das Universidades em uma Economia Global em Mudança – Um Triunfo dos Bric?", falou sobre a publicação. "Este livro significa muita coisa em vários sentidos. Nele, estão contidas informações valiosas, além de apresentar uma prerrogativa para análise. Livros como esse estão preenchendo lacunas sobre a falta de informação da situação nacional comparativamente. Tem muito o que ser aprendido e aproveitado nesta obra."

10122015-seminario-educacao-comparada-7962

A Capes foi responsável pela coordenação editorial da publicação. Maria Luiza de Santana Lombas, coordenadora editorial, , também esteve presente no lançamento. Após, Martin Carnoy, um dos autores da obra em inglês, autografou os exemplares dos presentes.

10122015-seminario-educacao-comparada-7837

Veja a matéria da parte da manhã do seminário:
Seminário Internacional discute ensino superior nos BRIC

(Natália Morato)

Compartilhe o que você leu