Notícias CAPES apresenta ao vivo o Sistema Nacional de Pós-Graduação
Unilasalle

CAPES apresenta ao vivo o Sistema Nacional de Pós-Graduação

Publicado: Quarta, 10 Junho 2020 21:08 , Última Atualização: Quarta, 10 Junho 2020 21:08

Durante encontro promovido pela Universidade La Salle, presidente mostrou dados do SNPG e perspectivas para o futuro da pós-graduação

10062020 foto dentro materia live presidente

Em conversa virtual, Benedito Aguiar, presidente da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) apresentou o cenário atual do Sistema Nacional de Pós-Graduação (SNPG) e falou sobre perspectivas futuras com pesquisadores de todo o país. O encontro aconteceu ao vivo nesta quarta-feira, 10, e foi acompanhado por mais de 400 pessoas.

Antes da fala do presidente, Paulo Fossatti, reitor da Universidade La Salle, e anfitrião da conferência a distância, afirmou aos participantes que “a CAPES é uma instituição com um grande objetivo: definir estratégias e diretrizes que ajudam a ciência a ir pra frente! Um dos pontos é a formação de pessoal!”.

Benedito Aguiar, por sua vez, reforçou a importância da geração de conhecimento e a apropriação do já existente para o desenvolvimento da nação. O gestor lembrou os desafios inerentes ao crescimento do já consolidado do SNPG que, hoje, conta com 4.649 programas de pós-graduação (PPGs) e 6.947 cursos: “Precisamos formar mestres e doutores para fazerem a diferença na sociedade e para o progresso do País”, disse, destacando o papel da CAPES para “incentivar a pesquisa de qualidade, proporcionando a contribuição social e econômica que o Brasil precisa”.

10062020 foto dentro materia 2 live

Sobre o futuro, Aguiar apontou para o modelo de distribuição de bolsas adotado pela instituição, feito para reduzir distorções e assimetrias existentes. A implantação de um sistema muldimensional de avaliação, proposto pela comissão de acompanhamento do Plano Nacional da Pós-Graduação (PNPG), que será adotado a partir de 2021 foi outro aspecto destacado. Além disso, contou que o Programa Nacional de Pós-Doutorado (PNPD) será reformulado para atender melhor às demandas do Sistema Nacional de Pós-Graduação.

Aproveitando a oportunidade, Benedito apresentou programas estratégicos lançados recentemente pela CAPES, como o de Prevenção e Combate a Epidemias, com investimento de R$200 milhões nos próximos três anos, o de Desenvolvimento da Pós-Graduação na Amazônia Legal, que oferece 720 bolsas para áreas estratégicas da região, e o de Desenvolvimento da Pós-Graduação (PDPG) - Parcerias Estratégicas nos Estados, que permite trabalho conjunto entre as universidades e as Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa, cujas áreas estratégicas serão definidas pelos estados.

(Brasília – Redação CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura CCS/CAPES

Compartilhe o que você leu